Tu estás agora em tua cama… (Igor Barbosa)

In: Poesia

18 abr 2017

poem

“servivit quoque Baal et adoravit eum et inritavit Dominum Deum Israël juxta omnia quæ fecerat pater ejus”
Liber I Regum, 22 – 54

 

Tu estás agora em tua cama. O ar
condicionado opera normalmente,
trocando por ar fresco o teu ar quente;
tens na janela uma vista do mar

ou talvez de outro prédio, onde gente
de todo tipo mora: um militar,
dez prostitutas, vinte protestantes
(dos quais um conseguiu se aposentar);

o teu colchão tem densidade exata,
o teu lençol tem um trilhão de fios,
o teu pijama encampa a eternidade.

E ali na esquina, uma hora e meia chata:
Chamam de padre um pai que não tem filhos;
quem é que sabe, da missa, a metade?

 

Imagem: ‘Construction #3′, Oil on panel, Jeremy Mann

Comentários Fechados.

"A religião não era o ópio e sim a poesia da humanidade".

(Harold Bloom sobre Flannery O'Connor).

  • alice franca leite EX´-Cafezeiro: Gosto demais dos autores católicos como Lucio Cardoso:passei mais de 3 anos ruminando o seu Diário [...]
  • sergio: Olá querido, Enzo! Tudo bem!Seu blog faz muita falta! Era charmoso e sofisticado! Uma raridade na b [...]
  • Enzo Potel: Oie, Sérgio! Tudo bom? Sempre bom voltar a seu blog e encontrar alguma menção à Flannery O´Co [...]
  • sergio: Delma, Minha esposa tem um blog. Como esse assunto é mais fácil de ser tratado de mulher para mul [...]
  • sergio: Dailza, Minha esposa tem um blog. Como esse assunto é mais fácil de ser tratado de mulher para mu [...]