Exausto

In: Poesia

10 fev 2012

Adélia Prado

Eu quero uma licença de dormir,
perdão pra descansar horas a fio,
sem ao menos sonhar
a leve palha de um pequeno sonho.
Quero o que antes da vida
foi o sono profundo das espécies,
a graça de um estado.
Semente.
Muito mais que raízes.

2 Comentários para Exausto

Avatar

Janine

fevereiro 11th, 2012 20:54

Me identifiquei ;)

Avatar

Angela Araujo de Souza

fevereiro 13th, 2012 10:58

Eu queria ter escrito estes versos tão ennxutos, tão profundos, tão…tão…poesia!

Deixe um comentário

"A religião não era o ópio e sim a poesia da humanidade".

(Harold Bloom sobre Flannery O'Connor).

  • walney moreira klein: Muito bom, assim que continuo fazendo sempre, rezando pela canção nova, missas diárias, terço ma [...]
  • Padre José Ruy: Não pude deixar de pensar que Lúcifer também quis ganhar sozinho e tinha boas razões para desej [...]
  • Luiz Carlos Junior: "Se creres verás a gloria de Deus!" É notório que se alguns não creem, os milagres acontecerão [...]
  • ronni: votei nele na ultima eleição sem conhece-lo mas acho que fiz uma boa escolha; pois o pouco que sei [...]
  • AURICELIO NUNES COSTA: SOMENTE EM DEUS NOSSA ALMA TEM REPOUSO,SOMENTE ELE É NOSSO ROCHEDO E SALVAÇÃO.UM ABRAÇO DO SEU [...]