Posts Tagged ‘luiz felipe pondé

Um punhado de pó

In: Filosofia

27 set 2014

Luiz Felipe Pondé Pois quem pode saber o que é bom para o homem na vida, durante os dias de sua vã existência, que ele atravessa como uma sombra? Eclesiastes 6,12   Abertura O Eclesiastes deixa claro que o Deus de Israel não gosta de covardes. Ao dizer isso, não pretendo erigir-me em especialista em […]

Na semana passada finalmente consegui sentar com Janine e assistir “A árvore da vida”, de Terrence Mallick. Pouco posso dizer a respeito do filme, a não ser que provocou em mim um impacto existencial. Posto aqui os três melhores textos que encontrei na rede sobre o filme. O do Pondé, na Folha: A vida é […]

Por: Márcia Junges e Andriolli Costa Durante muitos anos o filósofo Luiz Felipe Pondé se considerou um ateu. Não que tivesse atingido o ateísmo como conquista da razão, mas sim com a simples naturalidade do cotidiano. No entanto, tão logo iniciou seu doutoramento em uma universidade francesa e aprofundou seus estudos em Pascal, passou a […]

Luiz Felipe Pondé, Folha de São Paulo, 8 de abril de 2013 Diante da questão de Hamlet, “ser ou não ser, eis a questão”, a resposta talvez seja “não ser”. Deprimir-se ou resistir? Dias assim, melhor dormir. Mas, como a vida continua, insistimos. Um tratado de “Crítica da Razão Deprimida” deveria começar pela descrença na […]

LUIZ FELIPE PONDÉ, COLUNISTA DA FOLHA, 14/03/2013 A IGREJA PISA FORA DA EUROPA, MAS MANTÉM A RECUSA À TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO, À ESQUERDA PASTORAL LATINO-AMERICANA A igreja deu mais uma prova de sua sabedoria histórica ao escolher Jorge Mario Bergoglio para ser o papa. Ela diz sim aos anseios de um papado não alienado dentro […]

A palavra mortal

In: Filosofia

18 jan 2013

“Pai” é uma palavra mortal.Mortal como a visão de Deus. Toda palavra mortal merece um mito. Muitos são os relatos míticos e religiosos que falam do pai: Édipo, Genesis, Evangelhos. A psicologia profunda também mergulhou, se afogou, na figura do pai: Freud, Jung. A literatura: Schiller, Kafka, Dostoiévski. E por quê  Porque a relação entre […]

Luiz Felipe Pondé, Folha de São Paulo, 14/01/2013 Em 500 anos, não seremos lembrados como a geração do iPad, porque ele será mais parecido com a idade da pedra do que com o que existirá em termos de tecnologia. Seremos lembrados como a era da vulnerabilidade e do sentimentalismo barato. Somos uma cultura de frouxos […]

Luiz Felipe Pondé, Folha de São Paulo, 10/12/2012 Recentemente soube que alguns países querem endurecer ainda mais as leis antifumo: não pode fumar no carro, para fumar tem que ter uma carteirinha, quem nasceu a partir do ano 2000 não pode comprar tabaco. Esperamos, com a boca escancarada e cheia de dentes, a morte chegar. […]

Luiz Felipe Pondé O Deus de Israel sempre amou as adúlteras. Jesus também dispensou cuidados especiais para com elas, e para com as prostitutas, os ladrões e os desgraçados de todos os tipos. Deus parece não resistir à sinceridade do pecador, assim como a filosofia parece amar a verdade do melancólico. Na Bíblia hebraica, Raquel, […]

Luiz Felipe Pondé, Folha de São Paulo, 19/20/2012 As redes sociais são mesmo a maior vitrine da humanidade, nelas vemos sua rara inteligência e sua quase hegemônica banalidade. A moda agora é “assinar” sobrenomes indígenas no Facebook. Qualquer defesa de um modo de vida neolítico no Face é atestado de indigência mental. As redes sociais […]


"A religião não era o ópio e sim a poesia da humanidade".

(Harold Bloom sobre Flannery O'Connor).

  • alice franca leite EX´-Cafezeiro: Gosto demais dos autores católicos como Lucio Cardoso:passei mais de 3 anos ruminando o seu Diário [...]
  • sergio: Olá querido, Enzo! Tudo bem!Seu blog faz muita falta! Era charmoso e sofisticado! Uma raridade na b [...]
  • Enzo Potel: Oie, Sérgio! Tudo bom? Sempre bom voltar a seu blog e encontrar alguma menção à Flannery O´Co [...]
  • sergio: Delma, Minha esposa tem um blog. Como esse assunto é mais fácil de ser tratado de mulher para mul [...]
  • sergio: Dailza, Minha esposa tem um blog. Como esse assunto é mais fácil de ser tratado de mulher para mu [...]