Posts Tagged ‘Vocação

Santo Antão suplicara ao Senhor que lhe mostrasse quem era igual a ele em santidade. Deus o fizera compreender que não atingira a medida de certo sapateiro de Alexandria. Deste modo, Antão deixou o deserto, foi à casa do sapateiro e perguntou-lhe como vivia. Este respondeu-lhe que dava um terço de seus proventos à Igreja, […]

”Os esposos cristãos têm de ter consciência de que são chamados a santificar-se santificando, a ser apóstolos, e de que o seu primeiro apostolado está no lar. Devem compreender a obra sobrenatural que significa a fundação de uma família, a educação dos filhos, a irradiação cristã na sociedade. Desta consciência da própria missão dependem, em […]

  Vou falar de algo que conheço bem e que é da minha experiência de sacerdote, de muitos anos e em muitos países. A maior parte dos sócios do Opus Dei vivem no estado matrimonial e, para eles, o amor humano e os deveres conjugais fazem parte da vocação divina. O Opus Dei fez do […]

Em 1941, o espanhol Víctor Garcia Hoz, depois de confessar-se, ouviu o sacerdote dizer-lhe: “Deus chama-te pelos caminhos da contemplação. Ficou desconcertado. Sempre tinha ouvido dizer que a contemplação era assunto de santos destinados à vida mística, e que somente a conseguiam uns poucos eleitos, gente que, além disso, se afastava do mundo. Ora, naquela […]

“Crendo dever desvencilhar-se da dominação do homem, ela assume estilos masculinos, em detrimento de sua própria feminilidade, abdicando de sua natureza profunda. Reencontra-se assim mais só e vulnerável, em situações inextricáveis que a mergulham numa grande angústia.” (p. 10)   “Entendendo a liberação como a eliminação de tudo o que impede de expandir e realizar […]

“Não desista dos seus sonhos!”, é o que ensinam muitos autores de auto-ajuda. Parece uma mensagem ‘edificante’. E é. Levanta aquilo que costumam chamar de auto-estima, mas que muitos santos não hesitam em chamar de amor-próprio. E é uma praga. O grande Chesterton dizia que os asilos para loucos estavam cheios de gente que acredita […]

Imagem: St Wendreda’s Church Musician Angels   Nos meus dias mais terríveis, sufocado por dúvidas acerca da vontade de Deus sobre a minha vida – que por mais de uma década me fora quase “evidente” – deparei-me com o Sl 41(42). Eu era seminarista; pensava em deixar de sê-lo. E temia que me afastando do […]

O melhor é amar a vontade de Deus. Ali encontramos a Cruz melhor do que em qualquer parte. Ali cresce retamente esta árvore bendita, sem impedimento, pois é sem a nossa escolha, sem satisfação alguma. Você sente esse amor pela divina vontade em sua alma? (Santa Teresa dos Andes)

Imagem: God judging Adam, William  Blake, 1795 *** “Fui criado para contemplar-te e ainda não realizei aquilo para o qual fora criado. Miserável sorte a do homem quando perdeu aquilo para o qual foi feito. Dura e cruel queda! O que perdeu e o que encontrou? O que se afastou e o que permaneceu? Perdeu a […]


"A religião não era o ópio e sim a poesia da humanidade".

(Harold Bloom sobre Flannery O'Connor).

  • alice franca leite EX´-Cafezeiro: Gosto demais dos autores católicos como Lucio Cardoso:passei mais de 3 anos ruminando o seu Diário [...]
  • sergio: Olá querido, Enzo! Tudo bem!Seu blog faz muita falta! Era charmoso e sofisticado! Uma raridade na b [...]
  • Enzo Potel: Oie, Sérgio! Tudo bom? Sempre bom voltar a seu blog e encontrar alguma menção à Flannery O´Co [...]
  • sergio: Delma, Minha esposa tem um blog. Como esse assunto é mais fácil de ser tratado de mulher para mul [...]
  • sergio: Dailza, Minha esposa tem um blog. Como esse assunto é mais fácil de ser tratado de mulher para mu [...]